O tema é a Primavera

─ Vamos fazer uma redacção. Não vou reparar se vocês vão escrever muito ou pouco, mas gostava que percebessem bem o que escreverem, e principalmente que sentissem alegria de escrever!

Na minha frente, umas caras aborrecidas, uns olhos de contrariedade, aqui e além uma expressão mais animada, mas, de um modo geral, que ambiente tão despegado da tal “alegria de escrever”…

─ E qual é o tema? ─ lá perguntou um.

─ O tema é a Primavera.

Então, animação geral na aula. Todos ficaram radiantes, os olhos brilharam, as canetas e as folhas começaram a aparecer em cima das secretárias.

Eu deixei que se acalmassem um pouco, e entretanto ia ouvindo várias frases espantosas:

─ Ah, assim sim, isto já eu sei!

─ É tão fácil!

─ Que bom! Isto não custa nada!

─ Vou ver se me lembro de uma igual que já fiz no ano passado…

A certa altura resolvi intervir: ─ Bem, estou a ver todos muito contentes com o tema, e ainda bem! Mas eu ainda não expliquei umas coisas. O que eu tenho a dizer-vos, ora reparem bem, é que vocês não podem falar em nada disto que eu vos vou dizer:

1º) A Primavera começa no dia tal do mês tal e termina no dia tal do mês tal…

2º) A Primavera é a mais linda estação do ano, e as outras são: o Verão, o Outono e o Inverno.

3º) A Primavera é a estação das flores.

4º) Na Primavera os passarinhos fazem os seus ninhos…

5º) Na Primavera chegam as andorinhas…

6º) Eu gosto muito da Primavera!

Só queria que alguém pudesse imaginar a cara de espanto, de desolação, daqueles alunos ali sentados à minha frente. Se tivesse caído no meio da sala um foguetão branco, não teria provocado maior estupefacção.

Um coro de vozes se elevou:

─ Mas isso é o que eu ia dizer…

─ Mas então não há mais nada para dizer…

Eu: ─ Pois é. Mas é isso que eu não quero que digam. Quer dizer: que escrevam o que já sabem. O que até já sabem de cor. O que gostam e gostam de repetir, só por mera preguiça de inventar coisas novas, de pensar. Claro que pensar exige um esforço, isso já se sabe! Ora vamos todos lá pensar um bocadinho em voz alta. Quem é capaz de me dizer alguma coisa nova sobre a Primavera?

Uma voz a medo: ─ A Primavera é uma estação florida.

(Risota geral): (Afinal tinham compreendido: esta frase já todos a conheciam também!)

Então outra voz: ─ A Primavera dorme na cor verde.

Que maravilha! ─ exclamei eu. ─ Isso nunca ouvi. Escreve-a já.

Todos se começaram a entusiasmar.

Maria Alberta Menéres

O Poeta Faz-se aos 10 Anos

Porto, Ed. ASA, 2003

 

E tu, queres também escrever uma (ou várias) palavras novas sobre a Primavera?

Talvez a imagem que vem a seguir possa inspirar-te….

imagem-primavera-copy.jpg



%d bloggers like this: